Receba conteúdo exclusivo
sobre Transformação Digital
COMPARTILHE
  • Marketing de Conteúdo é uma bost..., compartilhar no facebook.
  • Marketing de Conteúdo é uma bost..., compartilhar no facebook.
  • Compartilhar por e-mail
Marketing de Conteúdo é uma bost...
02/08/2018

Ops... desculpa o palavrão.

O que eu quis dizer na verdade, é que se a empresa não se preparar para se comunicar de nada adianta ficar contando “historinhas” por aí. O famoso "Storyterling"...

Essa história de baixar um e-book com os “dez segredos (?) pra você se tornar bilionário em 24 horas”, sem gastar um centavo nem fazer esforço, claro, vai resolver só uma etapa do processo de geração de leads de uma empresa.

Porque na maioria das vezes, essa ação gera muitos cadastros mas que não vão adiantar de nada se você não implantar uma estratégia de comunicação efetiva com esse lead.

E não estou falando de ficar disparando e-mails a toda hora como se o consumidor estivesse ali, sentadinho na frente do computador ou com o celular na mão esperando a última, hiper, vip mensagem com o novo segredo da vida eterna ou as dez dicas infalíveis para sua empresa multiplicar por 100 X o faturamento.

Você já percebeu que depois de baixar um e-book, você começa a ser bombardeado por e-mails programados?
Muitas vezes recebe até ligações no seu celular?
Já percebeu que eles não estão "conversando" com você?

Que tudo não passa de um script preparado para te convencer que eles são a solução para seus problemas?

Que talvez você nem tenha um problema. Que você só quis ler um conteúdo que prometeu ser fantástico, mas na verdade é uma forma de capturar seus dados, para depois te venderem algo.

Estou falando de conversação de verdade, fugindo dos scripts básicos de quem sabe até quem você é e sabe o que você fez no último verão, mas não lembra da última resposta ao questionamento que o consumidor fez no site, face, etc...Nada disso.

Estou falando de conversação inteligente, de uma marca que entende o momento do consumidor e não somente conhece seu perfil.

Conhece sua necessidade, que muitas vezes você nem se deu conta que precisa.

Ah, mas você vai dizer que isso é difícil. Sim, é.

Por este motivo algumas empresas que faturam milhões e outras que quebram. Ou ficam reclamando do governo, dos impostos, da alta/baixa do dólar, da chuva, do sol..., como se o culpado real não fosse o próprio empresário.

Mas voltemos ao título desse artigo. Ele não está correto. Marketing de Conteúdo não é uma bost... não.

Marketing de conteúdo é ótimo, tanto que praticamos há 18 anos, quando não tinha esse nome pomposo, com produção de conteúdo de alta qualidade, como a revista Digital Business, os diversos estudos de mercado que realizamos e, claro, não podia deixar de citar, o evento Café COM Internet, com suas quase 300 edições, 56 mil participantes em 24 cidades. O próprio slogan do evento diz tudo: Venha beber nessa fonte!

O que quero dizer é que essa estratégia não é nova, apesar do nome ser recente.

O que quero dizer é que as empresas não estão pensando no todo da comunicação.

Não estão pensando numa ação que não pode ter início, meio e fim. Ela tem que ser constante, pro resto da vida. E ai está o grande problema.

O que sou hoje, meus desejos e necessidades não serão as mesmas daqui há 10/20 anos.

E principalmente não estão fazendo uma transformação no modelo de negócio, pois podem até ter presença digital mas continuam pensando de forma analógica.

Podem até utilizar muitas ferramentas, mas não faz parte de um todo. De um projeto da empresa e não somente de um setor específico.

Estou falando da verdadeira Transformação que a empresa precisa enfrentar.

Não é adquirindo ferramentas, algumas até bastante sofisticadas que essas empresas vão realizar a Transformação Digital do seu negócio.

A “verdadeira” Transformação Digital acontece, primeiro na mente das lideranças, que precisam definir o que essa empresa será no futuro, passando pelas equipes responsáveis por realizar na prática essa Transformação Digital.

A verdadeira Transformação Digital começa quando ela passa a fazer parte do DNA da marca.

Quando não existe um setor “responsável” por fazer acontecer.

O fazer depende de toda as áreas, de todas as pessoas, pois a inovação nos processos passam a fazer parte do dia a dia da empresa.

O e-commerce não é responsabilidade só da área específica.

Esclarecer as dúvidas do consumidor não é só responsabilidade da área de atendimento.

E não pense que Transformação Digital está relacionada somente ao ambiente web. Pelo contrário, tem muito mais a ver com o modelo de negócios tradicionais do que com o Digital.

E é isso que tem gerado confusão na mente do empresário que acredita que Transformação Digital só tem a ver com Internet e não participa. Ignora. Resiste. Delega.

Hoje todo mundo fala em Transformação Digital, mas quantos participam de um projeto de verdade?

Atuando em todas as etapas do processo, que sabemos não tem início, meio e fim?

E
m quantas pessoas você pode chegar e fazer aquela pergunta chave:

Em que etapa do projeto de Transformação Digital você participou?
Qual foi sua contribuição naquele momento decisivo?
Qual foi o resultado que sua presença no projeto produziu?

É por este motivo que o Instituto da Transformação Digital existe.

Nascemos da frustração de vários profissionais de mercado, que tem em comum o desejo de disseminar conhecimento, trocar experiências e fomentar a verdadeira Transformação Digital que está impactando o futuro de todos nós. Não somente nos negócios.

A verdadeira transformação começa nos nossos cérebros.

Ao abrirmos não só os olhos, mas prestarmos atenção no que acontece em nosso volta, veremos que o mundo já se transformou. Só falta transformarmos nosso negócio.

Você quer ser transformado ou transformar?

Pense nisso.

Participe. Compartilhe!

 

trans
forma
ções